Que horas são? – J. C. Ryle

R$0,00

Leitor,
Você provavelmente conhece a história do naufrágio de São Paulo (Atos 28). Você se lembra como o apóstolo e seus companheiros foram sacudidos pela tempestade durante treze dias. Eles não viram nem sol nem lua por muitos dias. Toda esperança acerca de sua salvação foi perdida. Mas você se lembra de que quando o décimo quarto dia se foi, por volta da meia-noite, os marinheiros pressentiram estar próximos de alguma terra? Eles lançaram a sonda e mediram vinte braças de profundidade. Um pouco mais adiante, lançaram de novo e mediram quinze braças. Então, a fim de que não encalhassem sobre rochas, lançaram quatro âncoras da popa, e esperaram o dia clarear. Pense que noite ansiosa deve ter sido aquela! Quão frequentemente alguma daquelas 276 almas a bordo do grande navio de Alexandria devem ter dito: “como vai a noite? Que horas são?

Categoria Tag:

Descrição

Leitor,
Você provavelmente conhece a história do naufrágio de São Paulo (Atos 28). Você se lembra como o apóstolo e seus companheiros foram sacudidos pela tempestade durante treze dias. Eles não viram nem sol nem lua por muitos dias. Toda esperança acerca de sua salvação foi perdida. Mas você se lembra de que quando o décimo quarto dia se foi, por volta da meia-noite, os marinheiros pressentiram estar próximos de alguma terra? Eles lançaram a sonda e mediram vinte braças de profundidade. Um pouco mais adiante, lançaram de novo e mediram quinze braças. Então, a fim de que não encalhassem sobre rochas, lançaram quatro âncoras da popa, e esperaram o dia clarear. Pense que noite ansiosa deve ter sido aquela! Quão frequentemente alguma daquelas 276 almas a bordo do grande navio de Alexandria devem ter dito: “como vai a noite? Que horas são?

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.