ossos secos e a luz do amanhecer

E, voltando, achou-os outra vez dormindo, porque os seus olhos estavam pesados, e não sabiam o que responder-lhe. E voltou terceira vez, e disse-lhes: Dormi agora, e descansai. Basta; é chegada a hora. Eis que o Filho do homem vai ser entregue nas mãos dos pecadores.
Marcos 14:40,41

Que procuramos em nossas vidas, ossos secos sobre os quais profetizaremos ressurreição? Aquele que procuramos não deixou ossos para serem encontrados, nem corpo para sepultarmos, Ele tem toda honra e poder, mas nós não conseguimos ficar acordados, durante sua aflição, não pudemos fazer nada para mudar sua dor, não poderíamos de forma alguma, nem hoje podemos. Nos falta a pureza necessária para realizar a tarefa de nos purificarmos dos nossos próprios pecados, a grande verdade é que só há um que pode nos libertar, só um grande e único Salvador, seu nome é Jesus, o Cristo, o filho do Deus Pai.

E nós somos os ossos secos, aguardando pelas palavras de vida eterna que só Ele pode proferir. Não há magia, encantamento, pacto, acordo que nos faça escapar da morte eterna, só o reconhecimento, que Jesus é o filho de Deus, o nosso Salvador.

A páscoa não é doce como os ovos de chocolates, antes é amarga, que lembra a angustia de um povo antes da libertação, a dor de um Homem antes do sacrifício final, esta é a páscoa…no amanhecer a luz do sol brilhou…o corpo ressuscitou…muitos puderam ver e crer que Jesus Cristo é o Senhor. Sejamos racionais em nossas escolhas enquanto ainda temos o que escolher.