A espera - pé de meia!

Pé de meia!

A espera - pé de meia!Muitos dizem que os “crentes” são fanáticos, pois acreditam ou melhor tem fé que “Deus” os prosperarão, que herdarão a terra etc. Bom enquanto esse dia não chega e para aqueles que não acreditam na “teologia da prosperidade” e seus desdobramentos pretendo publicar aqui alguns ensinamentos sobre administração financeira e aplicações.

Afinal o que é pé de meia?

Expressão utilizada para definir uma reserva financeira que uma pessoa acumulou num determinado período. “O rapaz trabalhou muito nestes últimos dois anos, porém conseguiu um bom pé de meia.” (fonte: dicionário informal).

Como iniciou-se o uso da expressão “pé de meia”?

A melhor explicação que encontrei foi a seguinte: “Dizem os antigos, que os povoados distantes das grandes capitais, tinham os mais abastados como donos das fazendas, de café. Os menos abastados resolveram se unirem como em uma cooperativa. Porém, dividindo com outro pequeno produtor. A ideia era cada um entrar com uma quantia para comprarem seus alqueires de terra e assim cada um ter seu pedaço de terra pra cultivar o café também. Com o tempo passando Os ricaços, quando passavam por esses pequenos produtores, usavam a expressão: -E aí fulano tá fazendo seu pé de meia? Ou seja , seu pé de café dividido com outro, como parede e meia, que é uma casa dividida com duas famílias.” (fonte: Yahho respostas).

A ideia é falar dos seguintes assuntos: Orçamento familiar, controle financeiro, aplicações financeiras, sistemas de controle etc.

Como podem ver serão assuntos amplos, exigindo um pouco mais de linhas que as que usualmente escrevo. Não deixem de comentar e enviar sugestões sobre o assunto até a próxima postagem.

Ops.! Estava esquecendo estas publicações ficarão reunidas no menu “Pé de meia” localizado no topo da página, de fácil acesso para releituras.