Nossas obras!

Mas quando apareceu a benignidade e amor de Deus, nosso Salvador, para com os homens,
Não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo,
Tito 3:4-5

 

Nossas boas obras diante do SENHOR são como bolas de sabão, que embora bonitas aos nossos olhos, duram apenas uma fração de tempo e logo são dissolvidas, não restando nada delas, não importando que sejam bonitas, grandes e coloridas. Nós somos como crianças que corremos atras, logo que desaparecem tornamos a fazer mais, e novamente passamos a correr.

O Senhor em toda sua sabedoria não permitiu que obras humanas, gerassem salvação, mas sim que o sacrifício de um inocente, o derramamento do sangue puro, do cordeiro perfeito, a saber Cristo Jesus, pois só assim entenderíamos que não somos nós, que não são as obras, mas a graça do SENHOR sobre nossas vidas, desta forma qualquer orgulho, qualquer sentimento de superioridade não pode existir em nós, e devemos seguir realmente o que foi falado por Cristo:

-O discípulo não é superior a seu mestre, mas todo o que for perfeito será como o seu mestre.

Mas tu és nosso Pai, ainda que Abraão não nos conhece, e Israel não nos reconhece; tu, ó SENHOR, és nosso Pai; nosso Redentor desde a antiguidade é o teu nome.
Isaías 63:16